Dia Internacional da Mulher: Reflexão

Processed with VSCO with g3 preset
Desenho meu @dorinhatrindade

Hoje, dia da mulher, é costumeiro nós mulheres recebermos numerosos parabéns, mensagens bonitas, poemas que destacam nossa fragilidade e nossa força, são palavras escritas e faladas, abraços, talvez até flores, presentes…

Mas, algo sempre me incomoda nesse dia, por diversos motivos. Deixe-me relatar sobre um acontecido. Hoje, ao vir para o trabalho ouvi a propaganda de uma grande loja comercial, daqui da minha cidade, comunicar a promoção das panelas Tramontina em homenagem ao dia das mulheres. Isso trouxe muitos questionamentos a minha cabeça. Por que panelas e não móveis, materiais de construção, um vale compras? (coisas essas que a loja também comercializa), por que essa promoção exatamente no dia da mulher e não em outro qualquer?

Por que mensagens que nos descreve? Que cita qualidades, tanta doçura e braveza? Por que tantas propagandas e promoções de cosméticos, roupas e até utensílios de cozinha como o relatado a pouco? Por que rosas e cartões?

Todos já devem saber o porquê do dia internacional da mulher, sobre a história da morte de aproximadamente 150 mulheres carbonizadas dentro de uma fabrica em Nova York no início do século XX. Mas, o que acontece é que esse significado de luto e luta se perde, e o dia da mulher passa a ser algo banal, sem conscientização da sua verdadeira importância para as lutas feministas.

A vida dessas mulheres queimadas nunca serão devolvidas, assim como tantas outras vidas que se vão todos os dias vítimas do patriarcado, mulheres que dentro de suas próprias casas vivem os mais horrorosos dos pesadelos. No entanto, milhares de outras vidas podem ser poupadas, e isso só depende da nossa conscientização.

Então, convido a todos para uma reflexão. Mas, antes de fazê-la, tentem se colocar no lugar do outro, pratiquem a empatia, se desloquem de seus conceitos e de suas verdades sólidas. Não esperem ou ofereçam flores no dia da mulher, deem respeito! Respeito não só hoje, mas todos os dias.

Não queremos presentes, queremos ser olhadas e tratadas com igualdade. Queremos andar seguras pelas ruas, sem medo de investidas invasivas, de sofrermos assédio moral e sexual. Precisamos ser aceitas da forma que somos, sem opressão e rótulos. Queremos trabalhar e ganhar o mesmo que homens que exercem nossas mesmas atividades ganham. Queremos escolher o que vestirmos, a forma como usamos nossos cabelos, como nos portamos sem sermos julgadas. Necessitamos de respeito em nossas decisões de sermos ou não mães, de amamentarmos nossos filhos em lugares públicos, de desfrutarmos da nossa licença maternidade, de dividirmos nossas obrigações domésticas e de cuidado dos filhos com nossos parceiros e parceiras sem sermos reprimidas e recriminadas.

Poderia escrever muitas outras linhas, mas vou deixar o convite para você leitor refletir criticamente e tirar suas próprias conclusões sobre o direito que toda mulher precisa ter na prática e não apenas na teoria de viver em um mundo digno, seguro, respeitoso.

Respeito foi muito repetido nesse texto e ele é a chave para os dias melhores. Que esses dias não sejam promessas distantes, mas que eles aconteçam em nosso cotidiano, em nossas ações. Que o respeito deixe de ser conceito e vire ação, nas atitudes, pensamentos e sentimentos de homens, mulheres, idosos, crianças.

Empoderecem!

Leiam também:

DEZ FRASES IDIOTAS EM RELAÇÃO A MULHER
SEJA UMA FEMINISTA

Anúncios

2 comentários sobre “Dia Internacional da Mulher: Reflexão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s