DEIXE A PORTA ENTREABERTA

Blog-Bisexta-Deixe-A-Porta_Entreaberta

Você pode procurar pela expressão “deixar a porta entreaberta”, certamente irá encontrar conselhos para que escolha entre fechá-la de vez ou abri-la completamente. Que essa ambiguidade não é algo emocionalmente sadio, que é preciso abrir mão do que não lhe faz bem. Sim, acho que concordo com tudo isso.

Mas, se deixar a porta entreaberta for o que te estrutura? Se dizer adeus for algo excessivamente rígido e inalterado para você? Se sua sanidade caminhar entre o 8 ou 80? São muitos “se”, e talvez a resposta de nenhum deles seja exata, fixa, concentrada em um polo.

Você pode se perguntar qual o porquê de não conseguir fechar a porta, ou claramente deixá-la aberta. Mas, o não conseguir também é uma resposta. 

Posso precisar dos raios de sol que entram por ela, em suas modéstias e suavidades. Talvez precise do vento que passa sorrateiro e encha meus pulmões. Aromas podem escapar para dentro e me lembrar do que eu mais gostava. Nostalgia? Saudade? Necessidade? Nenhuma, todas ou alguma. 

Enquanto ela estiver entreaberta poderei vê através dela, poderei passar por ela…

Não estou aconselhando que suas portas fiquem entreabertas. Jamais! Você pode fechá-la, se assim quiser, você deve fechá-la. Mas, a minha continuará entreaberta, até que eu decida mudá-la de posição. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s